História

HISTÓRIA DA SOJA

É um grão rico em proteínas (família fabaceae), cultivado como alimento tanto para humanos quanto para animais. A palavra soja vem do japonês (shoyu) . A soja é nativa do sudoeste da Asia .

A soja é cultivada ao longo da Asia, America do Norte e America do Sul. Variedades da soja são usadas para diferentes propósitos. O Brasil é o segundo maior produtor de soja do mundo, vindo atrás apenas dos Estados Unidos. Outros grandes produtores são a Argentina, a China e a India. A produção mundial de soja em 2.004 foi de 190 milhões de toneladas.

O oléo de soja é o mais utilizado pela população mundial do no preparo de alimentos. Também é extensivamente usado em rações animais. Outros produtos derivados da soja incluem oleos, farinha, sabão, cosméticos, resinas, tintas, solventes e biodieses. A soja é uma das plantações que estão sendo modificadas em larga escala, e a soja transgência esta sendo utilizada em um número crescente de produtos. A Monsanto é a empresa lider na soja geneticamente modificada.

A soja é considerada uma fonte de proteína completa, isto é, contém quantidades significativas de todos os aminoácidos essenciais que devem ser providos ao corpo humano através de fontes externas, por causa de sua inabilidade para sintetizá-los com uma alimentação exclusivamente baseada em soja, crianças à beira da morte recuperam todo o seu peso em poucas semanas. Esse fenômeno ocorreu em larga escala nas crises humanitárias de Biafra(década de 1.970), Etiópia(década de 1980) e Somália(década de 1990);

A soja aparece com importância no cenário mundial a partir do século XIX na China. No final daquele século o páís asiatico era produtor de pouco mais de 2 milhões de toneladas, chegando exportar o produto. No entanto, será a partir do final da primeira guerra mundial, em 1.919 que a oleaginosa passa a ter um destaque efetivamente internacional. Na oportunidade , a cultura começa a ganhar espaço nos Estados Unidos a ponto de ser criada uma associação em torno de toda a cadeia da soja. Conhecida asa(American Soybean Association), a qual começa a operar em defesa da soja, com mais propriedade, em 1.921.

A partir deste momento, a oleaginosa passa a ocupar a economia primária dos EUA com uma certa penetração mundial. No entanto, a primeira metade do século XX foi praticamente de consolidação de seu mercado no interior do país norte-americano. Um novo modelo alimentar passava a ser constituído, com fortes influências na composição alimentar dos animais igualmente. Ou seja, passa-se de um sistema de consumo baseado em cereais, frutas e legumes, para um modelo essencialmente a base de carnes, leite, ovos e derivados. Neste quadro, alimentação animal(ração) passou a ser composta sobretudo de milho, com fonte de energia, e soja, como fonte de proteína. Uma forte produção da oleaginosa passou a compor o cenário do agronegócios estadunidense já nos anos de 1.950.

Nesta época, com o triunfo dos eua na segunda guerra mundial, o país estava pronto para exportar os seu diferentes modelos produtivos, econômicos e culturais para o resto do mundo. Neste contexto, e aproveitando-se da proposta conhecida hoje como revolução verde, a soja sai definitivamente das fronteiras dos eua para o resto do mundo. Um dos primeiros países a cultivá-la de forma comercial, além de China e EUA, passa ser o Brasil a partir dos anos de 1.960.

A história da soja no Brasil, iniciada exatamente no noroeste do rio grande do sul, mais precisamente na grande região de Santa Rosa, está ligada a chamada modernização da agricultura gaúcha , pioneira neste contexto no Brasil.

Sementes Sorria

Fone: (43) 3532-3210

Celular: (43) 99977-3060

Avenida Antônio Mano, 69

Cambara - PR | CEP: 86390-000

Fone: (43) 3538-3738

Celular: (43) 99981-6601

Rod. BR 369 Km 38,9 s/nº, Distrito Industrial

Andirá - PR | CEP: 86380-000